raul 1

Cadeia de Raul Soares é interditada. Fontes revelam até a existência de “vaquinha” para que presos possam pagar a fiança e ficar em liberdade

10 nov, 2015 • Destaque, Jornal Regional

Durante a reunião na Delegacia Regional de Caratinga, o chefe do 12º Departamento da Polícia Civil de Ipatinga, Gilberto Simão, aproveitou para falar sobre a situação da cadeia pública da cidade de Raul Soares. Sem condições de abrigar os presos, a justiça interditou o local em virtude das más condições de conservação do prédio. Os detentos foram transferidos para vários presídios do estado, inclusive de Caratinga, mas a situação ainda é precária. O Chefe do 12º Departamento afirmou que a Polícia Civil é vitima do problema. Ele lembrou que a Suapi (Subsecretaria de Administração Prisional) foi criada para assumir essas cadeias. Gilberto disse que em caso de interdição desses locais a Suapi não tem assumido a responsabilidade e deixando para a PC resolver os transmites legais.

35 presos abrigavam as celas da cadeia de Raul Soares. O local só tinha capacidade de receber 25. O Ministério Público de Minas Gerais informou que a infraestrutura hidráulica, elétrica e de higiene dos banheiros estavam comprometidas, inviabilizando a permanência dos presos nas celas.

Em agosto deste ano, o juiz Geraldo Magela Reis Alves, já havia determinado que todos os detentos fossem transferidos em um prazo de 45 dias para outras unidades, cabendo multa diária de R$ 10 mil por transferência não realizada.

Uma fonte de dentro da Polícia Civil informou que policiais, membro da OAB e outras setores fizeram uma “vaquinha” com o intuito de angariar recursos para pagar a fiança de um homem preso por envolvimento com drogas. A fiança de R$ 270,00 teria sido paga e o rapaz foi colocado em liberdade.

O juiz da Comarca de Caratinga, José Antônio Cordeiro está a frente do caso. Ele disse que conversou com o magistrado e espera que o problema seja resolvido nos próximos dias.

Gilberto afirmou que “o problema maior que nós estamos tendo, hoje, no estado de Minas Gerais é a falta de vagas em diversos locais”. Ele lembrou que outras cadeias foram interditadas na região sem que houvesse uma indicação de local para onde os presos pudessem ser enviados.

Comentários

Posts Relacionados