Governo de Minas formula protocolo de intenções com a Vale para ressarcimento das forças de segurança e municípios afetados pelo rompimento da barragem

3 abr, 2019 • Sem categoria •

Governo de Minas formula protocolo de intenções com a Vale para ressarcimento das forças de segurança e municípios afetados pelo rompimento da barragem

O governador Romeu Zema assinou, nesta quarta-feira (3/4), um protocolo de intenções para que a Mineradora Vale arque com recursos para cobrir despesas e prejuízos contabilizados pelo governo estadual e municípios afetados pela lama de resíduos. As doações previstas não têm relação com o bloqueio de bens da empresa que o Estado obteve na esfera judicial e com as indenizações ainda a serem calculadas às famílias das centenas de vítimas do desastre. 

Segundo o protocolo de intenções, assinado por representantes das forças de segurança pública do Estado e da diretoria da Vale, a mineradora se compromete a fazer doações de recursos e equipamentos. Para a Polícia Militar de Minas Gerais, há o compromisso de haver a doação de 38 viaturas do tipo perua e dez caminhonetes com rádios comunicadores. 

Para a Defesa Civil, órgão diretamente vinculado ao Gabinete do Governador e que coordena o trabalho nas áreas atingidas pelo rompimento, serão doados R$ 5 milhões para aquisições de equipamentos, como veículos e outros bens, além da capacitação dos militares que participaram direta e indiretamente da maior operação de busca e salvamento já realizada no Brasil.

Para os municípios afetados, o protocolo de intenções foi assinado por intermédio da Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil (Amig). Segundo o documento, a Vale se compromete a prestar auxílio, na forma de doações de caráter emergencial e pontual, em valor ainda a ser definido. O objetivo é reduzir impactos sociais e econômicos desse período de transição regulatória da extração mineral e de paralisação temporária das atividades produtoras nestas cidades.

A medida vai atender dez municípios: Barão de Cocais, Belo Vale, Congonhas, Itabirito, Mariana, Nova Lima, Ouro Preto, Rio Acima, São Gonçalo do Rio Abaixo e Sarzedo. Brumadinho já foi a primeira cidade a receber o aporte.

Comentários

Posts Relacionados