OFF COPASA.00_06_38_18.Quadro003

CASU e Hospital negam atendimentos de urgência e emergência

24 ago, 2017 • Acontece, Destaque, Telejornal

CASU e Hospital negam atendimentos de urgência e emergência

Os bombeiros de Caratinga e da região estão sem saber para onde levar as vítimas de acidentes. Desde esta quarta-feira, o CASU e o Hospital não estão realizando mais o atendimento de urgência e emergência.

“Não sabemos para onde levar as vítimas!” Foi o que afirmou o Comandante Pereira, dos Bombeiros Comunitários de Ubaporanga após o CASU rejeitar atendimentos a uma paciente. Já os Bombeiros Anjos de Resgate, de Santa Barbara do Leste, nos contou que “o Hospital Nossa Senhora Auxiliadora negou atendimento a uma idosa de 80 anos com fratura no Fêmur”. Segundo as duas guarnições, as equipes de socorristas estão encontrando resistência em ambas instituições que prestavam os atendimentos. Os profissionais estão sem saber o que fazer

#SAÚDE EM CARATINGA#

A situação ficou alarmante desde a chegada de uma notificação do CASU para a Prefeitura de Caratinga, no dia 14 deste mês, informando a Administração Pública que não tinha mais interesse em continuar prestando os serviços referentes ao Pronto Atendimento Municipal. O motivo seria por falta de pagamento da Prefeitura pelos serviços prestados pelo CASU. Diante da noticia a secretaria de Saúde do município informou em coletiva que os atendimentos de pacientes de emergência continuariam até o dia 07 de setembro. Acordo que pela situação não esta sendo cumprido. Referente ao fim do contrato entre as duas instituições, na época o novo secretário de Saúde do município afirmou que o valor acordado entre a prefeitura e a instituição privada de saúde de R$270 mil estava em dia. Já o CASU declarou que o município tem uma dívida com o hospital de aproximadamente 3 milhões e trezentos mil reais. Diante da situação, o prefeito de Caratinga decretou na última sexta-feira (18/08), situação de calamidade na área da saúde da cidade. O objetivo segundo o administrador é garantir os serviços essenciais de atendimento à saúde, sobretudo na urgência e emergência. Até que a situação se normalize na cidade, os Bombeiros da região pedem calma a população até a chegada dos profissionais para o socorro. Alguns minutos de espera podem ocorrer. Devido à falta de atendimento no município, os profissionais estão fazendo de tudo para prestar o melhor serviço, mas que alguns pacientes estão sendo levados para Ipatinga, o que pode ocasionar na demora para a chegada no local.

#NOTA DA PREFEITURA#

Nossa equipe de reportagem entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Caratinga. Em nota, recebemos a seguinte nota de resposta, “em contato com os Bombeiros, fomos informados de que após o socorro a uma vítima nesta quarta-feira, o atendimento no CASU foi recusado. Os militares registraram um boletim de ocorrência por falta de atendimento e levaram a vítima para a cidade de Ipatinga. Diante dos fatos, o Município irá notificar o CASU oficialmente, pois o atendimento à população deve ser realizado até o dia 14 de setembro”.OFF COPASA.00_06_38_18.Quadro003 OFF COPASA.00_07_00_25.Quadro008 OFF COPASA.00_08_38_05.Quadro010 OFF COPASA.00_07_43_27.Quadro009

Comentários

Posts Relacionados