PALESTRA AMERICA.00_00_05_09.Quadro003

ALUNOS DO CURSO DE CONTABILIDADE DA FIC APRESENTAM TRABALHOS SOBRE GESTÃO TRIBUTÁRIA SOBRE A PERSPECTIVA DO PODER PÚBLICO

31 maio, 2016 • Destaque, Telejornal

A carga tributária que tanto pesa o setor privado brasileiro sempre é motivo de discussão. O assunto foi o tema principal do II Seminário de Gestão e Controle das Faculdades Integradas de Caratinga.

O evento foi coordenado pelos alunos do curso de Ciências Contábeis. Eles apresentaram trabalhos realizados em grupo, abordando como são feitas as cobranças de impostos no Brasil e como a carga tributária pode impedir o desenvolvimento econômico. Luana e Natália destacaram que o efeito do aumento de tributos pagos pelas empresas é o desemprego. A dupla também ressaltou que existe uma grande diferença entre desenvolvimento econômico e crescimento do produto interno bruto, o PIB.

Aline é do sétimo período de Contabilidade da FIC. No palco ela apresentou uma pesquisa sobre como o governo gasta o dinheiro público em cada setor. O controle de gastos da união é uma forma de garantir investimentos em setores prioritários.

O modelo tributário brasileiro tem sido alvo de críticas de diversos especialistas. Mais recentemente, as pedaladas fiscais do Governo Federal causaram o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. O coordenador do seminário explicou o que são essas pedaladas. Na área privada, elas podem ser comparadas com a sonegação de impostos.

Eliezer abordou o pagamento de tributos entre as camadas da sociedade no país. Ele afirmou que os mais pobres continuam pagando mais impostos. No setor público, Eliezer destacou que apenas 19 cidades conseguem gerar renda e crescimento sem depender dos repasses da União.

Comentários

Posts Relacionados