12

EM MEIO A ESCÂNDALOS E JULGAMENTOS NA POLÍTICA DE CARATINGA, NOSSA EQUIPE DE JORNALISMO BUSCOU RESPOSTAS PARA OS MORADORES DA REGIÃO SOBRE ESTES ASSUNTOS NA DIPLOMAÇÃO DE PREFEITOS E VEREADORES REALIZADA NA NOITE DE ONTEM (13)

15 dez, 2016 • Destaque, Telejornal

Caratinga vive um momento político de delicadeza. Na Câmara, a população exige que os representantes sejam leais e transparentes aos interesses da cidade. Um exemplo é caso do Vereador reeleito Ronilson MarcÍlio, que teve a sua prisão preventiva decretada, e hoje ele é um foragido da justiça. Na festa de diplomação, perguntamos para o Juiz Eleitoral Dr. Consuelo Silveira Neto se Ronilson conseguiria receber o diploma dele na situação de procurado. O Vereador está envolvido em um escândalo e é um dos acusados de participar de um crime de extorsão. Se o político não comprovar a inocência dele neste envolvimento não receberá o diploma, assim o primeiro suplente ocupará a cadeira dele.
Outro vereador envolvido em polêmica política é Ricardo Gusmão . Ele responde pelo crime de improbidade administrativa. Ele é acusado em virtude de uma viajem realizada a cidade de Barretos –SP. Ele foi julgado em primeira instancia pelo Juiz Alexandre Ferreira e foi condenado. Porém, ele recorreu da decisão em segunda instância. Se condenado ele terá a perda da função pública em exercício, suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos, pagamento de multa civil no valor equivalente a duas vezes o dano que cometeu. Ele explicou a situação dele neste momento, falou que está apto a ocupar o cargo de vereador.
A menos de um mês, moradores da cidade de Piedade de Caratinga fizeram uma movimentação em frente a Câmara municipal. O motivo, eles alegavam que os novos representantes políticos exigiam um aumento de salário que não condiz com a atual situação nacional. Vereadores, prefeitos e vice prefeitos exigiam um aumento de 40% no benefício deles. O acordo foi fechado em um aumento de 33%. Ednílson Lopes, falou de como a população reagiu aos novos valores estabelecidos. Ele falou que neste momento a população entendeu que o salários dos funcionários da Câmara estavam defasados.
O vereador de Caratinga Diego Oliveira, afirmou que o momento que Caratinga vive nestes escândalos, se deu por culpa dos eleitores. Ele contou que no corpo a corpo da campanha politica dele, encontrou populares que, iriam ter benefícios com “sacos de cimento” e até com promessas de trabalhos de confiança na nova gestão municipal, vendessem os votos.

46

Comentários

Posts Relacionados