3

CIDADE DE CARATiNGA ARMA FORTE ESQUEMA DE SEGURANÇA PARA RECEBER GOVERNADOR DO ESTADO DE MINAS GERAIS FERNANDO PIMENTEL E O PRESIDENTE DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO ADALCLEVER LOPES

9 dez, 2016 • Destaque, Telejornal

Nesta quarta feira (7), a cidade de Caratinga recebeu a visita de dois políticos. O governador do Estado de Minas Gerais Fernando Pimentel e o Presidente da Assembléia Legislativa do Estado Adalclever Lopes. Logo na entrada do Aeroporto Regional de Ubaporanga, era possível ver o forte esquema de segurança implantado para garantir a proteção dos políticos. Os portões estavam fechados e a entrada para as dependências do aeroporto era totalmente restrita. Por volta das 11h, um helicóptero foi avistado no céu da cidade. Era a chegada do governador do Estado e do Deputado Adalclever. Um comboio foi formado pelos policiais militares do aeroporto até as novas instalações do prédio do Fórum. Na BR11-6, o trânsito foi previamente interditado para que os carros oficiais chegassem com tranquilidade até o evento.
O breve discurso do governador Fernando Pimentel fechou a solenidade de inauguração do novo prédio . Ele falou que estava contente em retornar a Caratinga onde possui grandes amigos, em especial o presidente da rede de ensino Doctum professor Claudio Leitão. Ele afirmou que a família Leitão honra com os compromissos na cidade de Caratinga desde a época do Reverendo Uriel. O governador falou também de como é significativo a entrega das instalações de um prédio novo para sediar a Fórum da Comarca da Cidade, mesmo sabendo do atual cenário de crise que vive o Estado Mineiro. Durante a cerimonia de inauguração do novo fórum, pais, alunos e professores da escola estadual Monsenhor Rocha da cidade de Santa Barbara do Leste, fizeram um “apitaço” contra o Governador. Munidos de faixas e cartazes, eles reivindicavam sobre a atual condição da estrutura escolar que foi interditada pela defesa civil por estar colocando a vida dos funcionários e estudantes do colégio em risco. Funcionários do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora estiveram presentes também solicitando uma solução para a não paralisação do hospital da cidade. Como sabemos, a maternidade fechou as suas portas por conta de atraso de pagamento do corpo clínico.

 

Comentários

Posts Relacionados