aeroporto

Novos voos regionais serão inaugurados no Estado. Comissão de Minas e Energia debate proposta de empresa aérea que iniciará novas rotas comerciais para o interior.

2 dez, 2015 • Destaque, Jornal Regional, Telejornal

Minas Gerais ganhará, a partir de janeiro de 2016, novas rotas de transporte aéreo que, a princípio, alcançarão as regiões do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba, Zona da Mata, Vale do Rio Doce, Vale do Aço e Sul de Minas. A empresa Flyways Linhas Aéreas escolheu o Estado para inaugurar a sua atuação no mercado brasileiro e vai operar, inicialmente, a partir do aeroporto da Pampulha, na Capital, com destino ao interior mineiro. Esta decolagem da empresa foi tema de audiência pública da Comissão de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nesta quarta-feira (2/12/15).

Atendendo a requerimento do presidente da comissão, deputado Gil Pereira (PP), e do deputado Bosco (PTdoB), a reunião contou com a presença de autoridades do Estado e dirigentes da nova companhia aérea. A Flyways recebeu autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar linhas comerciais em junho de 2014, após um processo de certificação que durou 15 meses. Atualmente, a empresa possui duas aeronaves modelo ATR 72-500, que comportam até 70 passeiros e, segundo o diretor-presidente da companhia, Pedro Paulo Valverde, a expectativa é de que chegue ao final do ano com um total 10 aviões, completando, após três anos, uma frota de 30 aeronaves.

“Iniciaremos com voos de Belo Horizonte a Ipatinga (Vale do Aço), Uberaba (Triângulo), Patos de Minas e Araxá (ambas no Alto Paranaíba) e, posteriormente, chegaremos a outras cidades do interior do Estado, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Nossa proposta é voo regional, não queremos disputar outros mercados. Pretendemos partir do aeroporto da Pampulha para o interior mineiro, porque acreditamos muito em Minas Gerais e já avaliamos a capacidade aeroportuária das regiões, que comporta bem as nossas aeronaves”, afirmou.

O dirigente da companhia informou que o início dos voos experimentais será nesta quarta-feira (2) para Uberaba e, ainda em dezembro, a companhia já deverá estar comercializando os primeiros bilhetes. Pedro Paulo Valverde também abordou o preparo dos profissionais da empresa, a questão da segurança e a intenção de ofertar uma tabela de custos razoável e sem grandes oscilações entre os menores e maiores preços ofertados numa mesma rota.

“Temos uma equipe muito experiente, estamos associados a uma grande companhia aérea sul-africana que nos oferece todo o seu know-how. Já temos uma completa estrutura montada no aeroporto da Pampulha. Nossas aeronaves são econômicas e nos permitirão praticar preços acessíveis e em valores regulares, que não sofram grandes alterações, como, por exemplo, para um mesmo voo cobrar R$ 200,00 na segunda-feira e R$ 1.000,00 na sexta-feira, como acontece em alguns casos”, exemplificou .

Informações: Gerência de Imprensa e Divulgação – ALMG

aeroporto

Comentários

Posts Relacionados