pente-fino-realizado-pelo-minsterio-do-desenvolvimento-social-e-agrario-aponta-171-auxilios-do-bolsa-familia-cancelados-e-343-bloqueados-em-caratinga-00_00_40_23-quadro006

IRREGULARIDADES: PENTE-FINO REALIZADO PELO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E AGRÁRIO APONTA 171 AUXÍLIOS DO BOLSA FAMÍLIA CANCELADOS E 343 BLOQUEADOS EM CARATINGA

18 nov, 2016 • Destaque, Telejornal

O pente-fino realizado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário apontou irregularidades em benefícios do Bolsa Família concedidos em diversas localidades do país, inclusive em Caratinga. Aqui na cidade, 171 auxílios foram cancelados e 343 foram bloqueados.

Em Caratinga existem 12.046 famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais que é onde ficam reunidas informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda – aquelas com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa. Essas informações permitem ao governo conhecer as reais condições de vida da população e, a partir dessas informações, selecionar as famílias para diversos programas sociais. Aqui na cidade, quase 6 mil famílias recebem o auxílio do Bolsa Família. Deste total, algumas delas tiveram o benefício cancelado ou bloqueado.
Tratando-se de algo tão essencial para o sustento de muitas famílias brasileiras, um cancelamento do Bolsa Família pode significar um grande estresse e abalo por parte de um chefe de grupo familiar. O benefício apenas é cancelado quando o responsável pelo grupo familiar não entrega toda a documentação solicitada.
Irregularidades no banco de dados, como famílias que estejam acima do limite de renda, não tenham os filhos matriculados em escolas ou não ocupem o endereço informado, também tem o seu benefício suspenso.
As famílias que tiveram o repasse bloqueado devem procurar a sede da Secretaria de Desenvolvimento Social de Caratinga, localizada na Rua João Pinheiro, no Centro do município, o mais breve possível.
O Bolsa Família é um programa de transferência condicionada de renda que beneficia famílias pobres e extremamente pobres, inscritas no Cadastro Único. As famílias recebem benefícios com valor médio de R$ 138,95. O valor repassado a cada família depende de fatores como o número de membros, a idade de cada um e a renda declarada no Cadastro Único.
Muitos boatos surgiram nas redes sociais destacando um possível fim do Bolsa Família. A Secretária de Desenvolvimento Social. Lívia Fernandes, deixou claro que houve sim um retrocesso nas políticas assistenciais com a mudança de governo mas que o programa é instituído por lei e seu fim causaria um grande impacto socioeconômico no Brasil, caso isso fosse verdade.

Comentários

Posts Relacionados