multa-para-falta-de-habilitacao-cinquentinha-comeca-a-valer-00_00_20_17-quadro004

COMEÇOU A VALER A EXIGÊNCIA DE HABILITAÇÃO NA CATEGORIA “A” PARA PILOTAR “CINQUENTINHAS”

7 nov, 2016 • Destaque, Telejornal

Outra alteração entrou em vigor na legislação de trânsito nesta terça-feira (1). O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) já havia anunciado e adiado por duas vezes este ano a implantação da regra para a condução de “ciclomotores”, as motocicletas conhecidas como “Cinquentinhas”. Agora a fiscalização das motos com potência de até 50 cilindradas passou a ser uma infração gravíssima multiplicada por 3, custando ao bolso daquele condutor que não for habilitado com a Carteira Nacional de Habilitação na categoria “A” ou não portando a ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotores) um valor de R$ 880,41, podendo ter a apreensão da moto.
Funcionários de centros de formações de condutores contam que com esta exigência, os proprietários de ciclomotores em sua maioria optarão por tirar a CNH “A”, pelo fato de poder ter opções de motocicletas mais potentes, já que a ACC limita a cilindrada da moto.
Outro fato que pode acarretar é a venda das Cinquentinhas. Comerciantes apontam que, com a mudança na legislação, as vendas e procuras de motos com 50 cilindradas cairão.

Comentários

Posts Relacionados