guarapari

Vereador de Guarapari desiste de cobrar “pedágio” de turistas

6 nov, 2015 • Destaque

A Câmara Municipal de Guarapari, no litoral capixaba e que serve de refúgio para muitos Caratinguenses que buscam diversão na cidade turística, arquivou o Projeto de Lei n° 148/2015 que previa a cobrança de uma taxa para cada automóvel visitante que entrasse na cidade. O projeto foi criado pelo presidente da casa, José Wanderlei Astori (PDT). A proposta estava desagradando moradores da própria cidade e turistas que visitam as praias do município, o que obrigou o político a cancelar a audiência pública às vésperas da votação do PL (Projeto de Lei), que seria realizada na tarde desta quinta, 05. Caso fosse aprovada, a expectativa é de que a cobrança do “pedágio”, passasse a valer de novembro deste ano até o Carnaval de 2016 – período de maior movimento na cidade.

O arquivamento se deu após uma enxurrada de críticas de turistas mineiros e capixabas que costumam visitar a cidade, argumentos da Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan) que questionou a justificativa do vereador de que a taxa serviria para ajudar a diminuir a crise hídrica, e ameaças de boicote de veranistas e empresas de turismo que criaram a campanha “Não viaje para Guarapari” nas redes sociais (foto), contestando a possível cobrança de pedágio.

guara

Comentários

Posts Relacionados