2

Preço de frutas e legumes volta a subir neste segundo semestre

30 nov, 2013 • Sem categoria •

2O período de chuvas prejudica a safra e puxa a alta dos preços em todo o Brasil. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o tomate subiu, aproximadamente, 52,70% nesse ano, portanto, fazer a feira está cada vez mais caro.
Frutas, legumes e hortaliças têm pesado mais no bolso do consumidor nos últimos dias.
A do lar Ilza Mattos Silva disse que já sentiu o impacto dessas elevações de custo, afinal o carrinho de supermercado tem ficado cada vez mais vazio.
O tomate, que já foi apontado como vilão da cesta no início do ano, voltou a ficar caro e teve aumento de 18,65% em um mês.
De acordo com o gerente de um supermercado de Caratinga, Célio Dias, uma das explicações para a alta – e até a instabilidade – no preço dos legumes, frutas e hortaliças são as anomalias climáticas e, ultimamente, o período de chuvas que prejudica a safra.1
O quiabo também teve um reajuste que não agradou e é vendido em média a R$ 6,96 o quilo. Enquanto ele e o inhame tiveram um aumento considerável, a cenoura teve baixa de 40%.
Durante a compra, o consumidor deve pesquisar os preços e, ainda, prestar atenção em pacotes que já vêm lacrados e têm preço fixo, pois podem custar bem mais caro que no varejo.
Com a chegada do Natal uma notícia boa é que, ao que tudo indica, a ceia poderá ser mais farta em relação às carnes – há a expectativa de que elas fiquem mais em conta.

Comentários

Posts Relacionados