Funcionários da Cemig permanecem em greve

Funcionários da Cemig permanecem em greve

29 nov, 2013 • Destaque

Permanecem em greve, os funcionários da Cemig de Caratinga. Eles iniciaram a paralisação acompanhando o sindicato dos eletricitários do estado de Minas Gerais.

Eles estão concentrados na porta da Companhia Energética de Minas Gerais, em Caratinga. Segundo os grevistas, a paralisação na cidade teve a adesão de 22 dos 43 funcionários da Cemig. Os eletricitários não aceitaram a última proposta da Companhia de reposição da perda salarial apurada pela inflação oficial. A categoria também não aceitou a distribuição na participação dos lucros ou resultados. Os trabalhadores da Cemig reivindicam aumento real de 10%, garantia de emprego, cancelamento das demissões e piso salarial de R$ 2.685. O Coordenador Regional do Sindicato dos Eletricitários da Regional do Vale do Aço, Emerson Andrade, afirma que as propostas da Cemig só beneficiam os diretores da própria Companhia.

O sindicato dos eletricitários divulgou um caderno mostrando a realidade de funcionários que sofreram acidentes graves durante o trabalho. O caderno revela também uma lista de 114 mortes de trabalhadores ocorridas nos últimos anos. Emerson ressaltou que a Cemig está negociando com sindicatos que representam um número menor de trabalhadores.

A Cemig informa que está negociando com os diversos sindicatos que representam os seus empregados, sendo que alguns já aceitaram a proposta da Companhia. A empresa ressalta que a proposta feita aos empregados repõe as perdas salariais provocadas pela inflação, além de oferecer melhores propostas de participação nos lucros e resultados do setor elétrico. A Cemig disse que a paralisação não compromete o atendimento aos clientes.

Comentários

Posts Relacionados