Dengue deixa Governador Valadares em estado de alerta

26 nov, 2013 • Cidades, Destaque, Saúde

Governador Valadares está em estado de alerta. A cidade  apresentou o maior índice de infestação de dengue: 6% e,  corre alto risco de surto da doença. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, esse ano, foram notificados, em Minas Gerais, cerca de 435 mil casos de dengue e 116 pessoas morreram em decorrência da doença. No sudeste do Brasil, Governador Valadares, no leste de Minas, é o município que apresentou maior índice de infestação, 6%. Mais de quatro mil casos de dengue foram notificados. 29% dos focos do mosquito são encontrados nos lixos e 24,5% nos ralos.

coordSegundo José Batista, coordenador do Programa de Combate a Dengue, é muito importante que cada morador recolha o lixo e colocar em sacolas para evitar os focos da dengue. “Com 10 minutinhos todos os dia, qualquer um consegue fazer a vistoria em sua própria casa e a limpeza desses locais”

Os agentes de combate a dengue percorrem por todos os bairros da cidade que apresentou no último LIRA, índice de infestação de seis por cento, número que deixa a cidade com risco de surto da doença. “Como o LIRA é apenas uma tendência, ainda dá tempo de agir e evitar uma epidemia. E para isso é importante que todo mundo, junto, possa combater a dengue dentro de sua própria casa”, completou o coordenador do projeto.

Durante a visita nas casas, os agentes orientam os moradores a jogar água fervendo nos ralos. Nos pratinhos de plantas eles colocam o granulado de madeira para sugar a água parada.

senhoraDona Marlene afirma que o morador tem consciência de que ele precisa cuidar de sua própria casa, “o mosquito está em todo o lugar e se a gente em casa. não cuidar, fica difícil combater!”

No Vale do Aço Ipatinga, aparece com índice de infestação de 3,2%, Coronel Fabriciano com 1,7 e Timóteo com 3%. O índice considerado satisfatório pela Organização Mundial de Saúde é de menos 1%. Além de combater os focos nas residências, os agentes fazem limpezas em lotes vagos. Todo recipiente que pode acumular água é retirado. Nessa época do ano, os trabalhos são intensificados.

 

agenteO agente de saúde, José Henrique, diz que o trabalho não é fácil e por isso pede a colaboração da população para evitar o risco de infestação da dengue.

 

Comentários

Posts Relacionados