00105.00_22_54_18.Quadro003

Comerciantes afirmam que podem sofrer com queda das vendas após mais uma mudança no trânsito da rua João Pinheiro em Caratinga

17 ago, 2017 • Acontece, Destaque, Telejornal

Donos de estabelecimento da rua João Pinheiro no centro de Caratinga entraram em contato com a nossa equipe de jornalismo para mostrar a insatisfação em mais uma mudança estabelecida no trânsito local. Com a nova alteração a via passa a deixar de possuir vagas para estacionamento de carros e motos. Desde o dia 30 de junho, diversas alterações foram realizadas na  área central no trânsito da cidade. Dezenas de opiniões já mostraram insatisfações com as medidas adotadas até o momento. Porém, na manhã desta quinta, comerciantes dessa área do centro,  temem em sentir a alternativa imposta pelo departamento de trânsito no bolso. Com as modificações estabelecidas, a rua deixa de dispor das vagas para estacionamento gratuito de automóveis e motocicletas na rua João Pinheiro.”isso vai causar transtorno e prejuízo” afirmou uma das comerciantes.  Segundo ela, retirando as vagas para o estacionamento dos veículos, não irá melhorar a fluidez do tráfego. Desde a proibição do acesso da avenida João Pinheiro a Avenida Benedito Valadares, a via tem sido alvo de constantes engarrafamentos.  Antes, ela tinha condições de estacionar a motocicleta da empresa que realiza as entregas do comércio em frente ao estabelecimento. Segundo ela,  diversos clientes solicitam a entrega dos produtos nas casas ou nos estabelecimentos deles. Como o estacionamento gratuito  fica distante do ponto comercial dela, poderá causar uma sobrecarga nos funcionários. Ela entrou em contato com a prefeitura de Caratinga pelo site e formalizou uma reclamação , que até o momento não foi respondida. Um outro comerciante da Rua João Pinheiro, afirmou que a mudança na via foi desnecessária. De acordo com o despachante, frequentemente os clientes dele utilizavam as antigas vagas de estacionamentos para resolver os serviços oferecidos por ele. Segundo Luigi, a medida imposta pela prefeitura poderá fazer com que ele perca dinheiro. Os comerciantes afirmaram que nenhum órgão da prefeitura realizou um aviso prévio informando sobre a modificação na via. O despachante contou que após a mudança no trânsito na região central de Caratinga, ele está levando aproximadamente 40 minutos para executar o trajeto da rua Coronel Antonio Saturnino no bairro Esperança até a Coronel Antonio da Silva no centro, quando faz o curso para levar o sobrinho dele até a escola. Um morador da rua a aproximadamente 40 anos também não aprovou a mudança na via. A preocupação agora é que ele possui dois automóveis, um fica protegido dentro da garagem do prédio dele, agora o segundo carro está estacionado distante de onde ele mora. Entramos em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Caratinga para se pronunciar sobre o assunto, mas até o momento não obtivemos uma resposta.

00105.00_21_55_03.Quadro001 00105.00_22_09_12.Quadro002 00105.00_22_54_18.Quadro003 00105.00_23_17_02.Quadro004 00105.00_23_41_00.Quadro005 00105.00_24_18_24.Quadro006 00105.00_29_22_16.Quadro007 00105.00_31_37_21.Quadro008

 

 

Comentários

Posts Relacionados