IMAGENS DE CORTE JUIZ ELEITORAL (3).mpg.00_00_35_00.Quadro001

SAIBA PORQUE 348 CIDADES NO BRASIL, COMO CÓRREGO NOVO, TÊM MAIS ELEITORES QUE HABITANTES

25 ago, 2016 • Destaque, Telejornal

De acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (o TSE) e da estimativa populacional para 2015 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (o IBGE) – 6,2% do total de 5.568 municípios onde haverá eleição neste ano, têm mais eleitores que habitantes.

Com pouco mais de três mil habitantes, o município de Córrego Novo, é uma das 348 cidades brasileiras que possui mais eleitores que habitantes. Em Córrego Novo há 202 eleitores a mais que moradores, de acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral. Até maio deste ano, a cidade contabilizava 3.234 títulos eleitorais aptos a participarem das eleições de 2016, porém, de acordo com o IBGE, a população estimada é de 3.032. O Juiz da 71ª Zona Eleitoral da Comarca de Caratinga, Alexandre Ferreira, revelou que isso acontece porque nem sempre o domicílio eleitoral é o mesmo que o domicílio civil, o que não configura, necessariamente, fraude.
Para diminuir a desproporção de Córrego Novo, foi realizado em 2015 um recadastramento dos eleitores por biometria digital. Os moradores que não compareceram tiveram o título cancelado. Outro objetivo da Justiça Eleitoral, ao fazer o cadastro biométrico dos eleitores, é habilitá-los para que sejam identificados pelas impressões digitais nas eleições e dar ainda mais segurança ao processo eleitoral brasileiro.
Dr Alexandre fala o que pode acontecer em casos de processos de denúncias de possíveis usos de documentos falsos: “Todas as denúncias são apuradas, com exceção daquelas que chegam sem nenhuma fundamentação, que são arquivadas. Então se disse que o eleitor não mora no local ou não tem nenhum vínculo, este eleitor é chamado, um fiscal da Justiça Eleitoral vai neste endereço e procura-se apurar e, claro, consultar o eleitor para que ele justifique. O eleitor sempre será ouvido antes da Justiça Eleitoral tomar qualquer medida. A grosso modo, se o eleitor diz que mora em um local e não mora, ele está fazendo uma declaração falsa para a Justiça Eleitoral e isso pode ser responsabilizado, tem sanção para isto.”

Comentários

Posts Relacionados