Coordenador da Maternidade do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora afirma que o atendimento não será paralisado

30 ago, 2013 • Saúde

O Coordenador da Maternidade de Caratinga convocou a imprensa esta sexta-feira, 23, para informar que o atendimento não será interrompido. A decisão foi tomada depois que os médicos se reuniram com a direção do hospital.

Aurélio Vinícius Dantas de Souza disse em seu consultório, que a reunião teve a participação do Ministério Público Estadual e um representante da Secretaria Estadual de Saúde. Os profissionais de medicina apontaram incapacidade do hospital de honrar com os pagamentos de julho à dezembro deste ano. A direção informou que o problema está sendo solucionado. Diante da informação, o porta voz dos médicos garantiu que a maternidade continuará em funcionamento. “Estamos negociando uma forma orçamentária fixa, para o pagamento dos profissionais da maternidade, pediatria, UTI Neonatal e UTI Adulta” informou Dantas.

Aurélio0000Uma possível interrupção dos atendimentos surgiu depois que os médicos apontaram uma crise financeira no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora. Aurélio lembrou que a maternidade tem seis leitos a disposição do SUS, mas dois estão sem os monitores que representam as funções cardíacas. O ginecologista e obstetra ressaltou que o repasse do SUS para os médicos estão defasado em 10 anos. 26 profissionais da equipe médica atuam na maternidade. Por mês, 187 mil reais são gastos em plantões.

Segundo os médicos da maternidade do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, o local está funcionando com 60% da sua capacidade. 120 partos são realizados por mês, mas o número poderia chegar a 200.

Comentários

Posts Relacionados