OFF - ESTUDANTES .00_20_13_05.Quadro008

Apesar do caos na educação mineira alunos e professores podem contar com recesso em julho

12 jul, 2018 • Acontece, Destaque, Telejornal

 

Os estudantes e professores da rede estadual de ensino passaram por um período conturbado na educação. O movimento grevista, teve como motivação o atraso no pagamento dos servidores públicos do estado. Mas apesar de tudo, a Superintendência Regional de Ensino de Caratinga, afirma que todas as escolas estaduais devem aderir a pelo menos uma semana de recesso no mês de julho.

Nota da SRE enviada à nossa equipe de jornalismo
Em nota a Superintendência informou que considerando a suspensão das atividades letivas neste ano de 2018 e visando garantir os duzentos dias letivos e da carga horária prevista em legislação vigente, a rede estadual desenvolverá calendários diferenciados de reposição de aulas, uma vez que o número de paralisações aconteceu de maneira diversificada em cada escola da rede estadual. Seguindo a orientação da SEE/MG as escolas da Regional de Caratinga, juntamente com seu colegiado escolar elaborará cronograma de reposição que será encaminhado para a SRE. A reposição e o encerramento do ano letivo deverão acontecer até o dia 28/12/2018. Na sede de Caratinga, de acordo com cada calendário, todas as escolas terão recesso no mês de julho, variando entre uma e duas semanas. É necessário que os pais procurem se informar do calendário de reposição e que junto com a comunidade escolar busquem garantir a presença de todos os estudantes nos dias de reposição.

Os alunos das escolas privadas também estão se preparando para sair de férias a partir desta sexta-feira. De acordo com o Diretor Geraldo Lopes, toda a rede privada, adere ao calendário de recesso escolar do período de 16 a 30 de julho. Ele ainda disse em entrevista, que é um descanso merecido aos professores e estudantes.

Comentários

Posts Relacionados