2

SALDO NEGATIVO PARA CLUBES MINEIROS EM JOGOS DO FINAL DE SEMANA PELO CAMPEONATO BRASILEIRO: CRUZEIRO E GALO EMPATAM E AMÉRICA PERDE

23 maio, 2016 • Destaque, Telejornal

A expectativa do torcedor do Cruzeiro para o jogo contra o Figueirense era enorme. Afinal de contas, no banco de reservas estava o português Paulo Bento, estreando como treinador celeste. E para quem não teve uma semana sequer de trabalho, a atuação da equipe não foi das piores. É verdade que o resultado foi ruim, empate em 2 a 2 dentro de casa com uma equipe que vai lutar contra o rebaixamento.

Mas o Cruzeiro já mostrou algumas novidades, apesar do curto tempo que Bento teve para trabalhar com o elenco. Tiro de meta sem o já comum chutão do goleiro e até cobrança ensaiada de escanteio foi possível ver. Em termos de resultado, o cruzeirense que esteve no Mineirão tem bastante do que reclamar, afinal o Figueirense chegou a fazer 2 a 0, com o atacante Rafael Moura.
Élber diminuiu. O tento acordou o time e a torcida cruzeirense. Num lance de desatenção da zaga alvinegra, Douglas Coutinho, que havia recém-entrado na partida, aproveitou lançamento nas costas da defesa e igualou o marcador de cabeça.

Já Marcelo Oliveira, convocado às pressas pelo presidente do Atlético-MG para ficar no banco de reservas contra o Atlético Paranaense, o técnico Marcelo Oliveira aceitou o chamado e foi trabalhar. No retorno ao clube alvinegro, o treinador viu um time que jogou bem fora de casa, mas apenas empatou, em 1 a 1, na Arena da Baixada, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.
Os gols da partida foram marcadas por André Lima e Cazares, de pênalti.
O técnico Paulo Autuori estava muito irritado depois do empate. Apesar de concordar que o nível da partida foi alto e que o rival impôs muitas dificuldades ao Furacão, o treinador ficou indignado com o lance que o excluiu, e partiu para o ataque contra o quarto árbitro, o catarinense Ronan Marques da Rosa.
Vencedor do Brasileirão nas edições 2013 e 2014, o treinador Marcelo Oliveira certamente gostou do que viu. É claro que tem muita coisa para arrumar mas também tem muita coisa positiva no time que ele assumiu pela sétima vez na carreira.

Com dois gols de Bruno Rangel a Chapecoense venceu o América Mineiro por 3 a 1, de virada e já soma quatro pontos em dois jogos na largada do Campeonato Brasileiro. O Verdão termina a segunda rodada dentro do G-4 e em segundo lugar na Série A do Brasileiro.
O zagueiro Rafael Lima tentou desarmar o atacante Rafael Bastos e cometeu pênalti. Rafael Bastos cobrou e deixou o time visitante em vantagem.
No primeiro minuto do segundo tempo, Marcelo foi derrubado por Suelinton dentro da área e desta vez o árbitro marcou pênalti.
Aí um jogador que conhece muito as áreas da Arena Condá, Bruno Rangel, que está no clube desde 2013, partiu para a cobrança e empatou.
A Chapecoense respondeu novamente com Bruno Rangel, que invadiu a área e chutou para boa defesa do goleiro João Ricardo. No rebote o contestado Silvinho marcou o gol da virada.

*Fotos e Informações: TV CRUZEIRO, TV GALO, TVCAP ATLETICOPR, AMÉRICA MINEIRO e UOL ESPORTE

Comentários

Posts Relacionados