13173535_986449098070839_6631698125862133356_o

PLANEJAMENTO URBANO E INFRAESTRUTURA NÃO ACOMPANHAM CRESCIMENTO POPULACIONAL DE GRANDE PARTE DAS CIDADES DO PAÍS

11 maio, 2016 • Destaque, Telejornal

De acordo com números de 2015 do IBGE, a população de Caratinga é de 90.782 habitantes. A cidade vai completar 168 anos. O município tem passado por transformações no cenário urbano. Em alguns aspectos, como no trânsito, as fragilidades têm se agravado e medidas paliativas têm sido tomadas para tentar amenizar os problemas. Quanto mais cresce uma cidade, mais ela precisa de profissionais da arquitetura que prevejam como ela estará daqui a 10 ou 50 anos, estudando maneiras de conciliar desenvolvimento com qualidade de vida.

A arquitetura de uma cidade conta a sua história, de seus moradores e diz muito sobre o seu desenvolvimento. O município de Caratinga, que centraliza as atividades políticas e econômicas de pelo menos 18 cidades vizinhas, tem uma economia agrícola e de serviços. Na educação, a Cidade das Palmeiras se destaca no ensino superior com dezenas de cursos, inclusive os de Arquitetura e Engenharia, oferecidos pela Rede de Ensino DOCTUM.
Apesar de não oferecer ensino público para a formação superior, a cidade vive cheia de estudantes: os que vêm de longe, para morar, e os que chegam em ônibus, todos os dias, vindos de cidades vizinhas.
A população cresceu desde que o município emancipou mais da metade de seus distritos, na década de 90, e a demanda por espaço residencial, comercial e institucional cresce na mesma escala.
O planejamento para o crescimento da cidade, nos próximos anos, é de grande importância. Caratinga tem a extensão territorial com divisas no Vale do Aço, região de economia industrial, setor que pode gerar uma boa arrecadação para os cofres do município.
Além das belezas naturais, Caratinga vive a realidade de um centro econômico com um trânsito carregado e construções irregulares. Desafios que precisam ser superados.

Comentários

Posts Relacionados