13010733_975260769189672_1426689093428136429_n

ESPECIALISTA FALA SOBRE PERIGOS DA ELETRICIDADE E DÁ DICAS E ALERTAS DE SEGURANÇA

22 abr, 2016 • Destaque, Telejornal

A eletricidade é vital na vida moderna, propiciando conforto aos lares e atuando como insumo nos diversos segmentos da economia. Entretanto o uso da eletricidade exige do consumidor a aplicação de algumas precauções, em virtude do risco que ela representa.

Segundo dados da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade, os acidentes com eletricidade vitimaram 32 crianças, de 0 a 5 anos, em 2015. Isso representou um aumento, em mais de 50% dos casos, em relação aos casos registrados, em 2014. Os dados revelam que quatro mortes foram causadas por acidentes fora de casa, com fio solto na rua e contato com poste ou grade metálica. As outras 28 mortes mostraram que o maior perigo para as crianças pequenas está dentro de casa. Os acidentes domésticos mais comuns estão relacionados com tomadas sem proteção, benjamins (Ts), fios desencapados e eletrodomésticos.
Dentro do universo da eletricidade, os dois principais problemas que acontecem é o choque elétrico e o incêndio gerado por sobrecarga ou curto-circuito. Sendo assim, os dois cuidados a serem tomados são para que não haja aquecimento dos fios e evitar situações onde as pessoas possam levar um choque. Na construção, quando o dimensionamento dos fios, dos condutores é feito de forma incorreta esses fios recebem uma carga muito grande, ao ligar um eletrodoméstico, um chuveiro elétrico ou um aquecedor, e isso provoca um aquecimento dos fios, o que pode se transformar em um incêndio. Além disso, é importante a manutenção da casa, pois as pessoas sobrecarregam a instalação elétrica, ligando vários equipamentos e colocando novas cargas elétricas, em instalações antigas, aquecendo os fios. Por isso é importante revisar a instalação elétrica regularmente, como explicou o Coordenador do Curso de Engenharia Elétrica das Faculdades Integradas de Caratinga, Joildo Fernandes.
Em casos de tempestades, onde pode-se gerar descargas atmosféricas, o Dispositivo de Proteção Contra Surtos (DPS), uma espécie de disjuntor que se desliga (desarma) é de grande importância.
Um dispositivo essencial para a segurança de crianças e animais é o Diferencial Residual (DR) que protege as pessoas e os animais contra os efeitos do choque elétrico por contato direto ou indireto. O DR, ao detectar uma fuga de corrente na instalação, desliga o circuito imediatamente.

Comentários

Posts Relacionados