Liquidações fazem comércio de Caratinga abrir as portas mais cedo

Liquidações fazem comércio de Caratinga abrir as portas mais cedo

10 jan, 2014 • Destaque

FILA LIQUIDACAO

Consumidores madrugaram nas portas das lojas em liquidação

As liquidações já viraram tradição em Caratinga. Grandes redes de lojas estabelecidas na cidade prepararam ofertas com até 70% de desconto. Muitas pessoas economizaram durante um ano, aguardando o melhor momento para fazer as compras.

Uma grande fila se formou em frente a esta loja, no centro de Caratinga. A rede realiza a liquidação há 20 anos. As primeiras pessoas chegaram ainda na noite de quinta-feira. Muitas trouxeram cadeiras e banquinhos de casa. A empresa ofereceu café, suco e biscoitos para os clientes. As liquidações viraram febre em todo o país e é uma oportunidade para os consumidores de comprar produtos com valor bem abaixo do preço normal.

Algumas pessoas disseram que pagaram para outras entrarem na fila 12 horas antes da abertura da loja. O saldão de início de ano ajuda a estimular o comércio e realizar o sonho de muita gente. Os descontos chegavam a 70% em produtos do mostruário.

Quando o relógio marcou seis horas da manhã, a porta da loja foi aberta para os 10 primeiros clientes. Esta mulher foi uma das primeiras a entrar, decidida a levar duas televisões. Cada uma sairia por mil e cem reais, mas nesta sexta-feira custava 790 reais.

Depois que a porta foi aberta para os demais clientes, a loja ficou abarrotada de gente pelos corredores. A maioria buscava o setor de eletroeletrônicos. A tática era escolher e pregar uma faixa sobre a caixa. Outras pessoas escolhiam e carregavam os produtos até o caixa. Para muitos consumidores esta é a melhor época para comprar. A vendedora Josiane Cristiane economizou 200 reais e levou para casa quatro mercadorias

LIQUIDACOES FAZEM COMERCIO DE CARATINGA ABRIR AS PORTAS MAIS CEDO

Clientes carregavam as próprias mercadorias

As pessoas também estavam de olho em eletrodomésticos, produtos de cama, mesa e banho. As panelas de pressão custavam menos de 10 reais. Já era dia, quando os primeiros compradores saíram da loja carregando as mercadorias. Romildo Antunes disse que economizou bastante, cerca de R$ 1.600, mas no momento da compra acabou comprando outros produtos, chegando a gastar aproximadamente R$ 2.000. O mestre de obras levou para casa uma televisão de 32 polegadas, um forno micro-ondas e um jogo de cozinha.

Comentários

Posts Relacionados